Ser Melhor

Conquiste a sua estrela

Cartilha gratuita 'Internet Segura para seus filhos' com dicas indispensáveis

Informação, cuidados com as redes sociais e o que é postado lá além de um diálogo franco com as crianças são alguns dos principais fatores para mantê-las seguras na Internet.

A segurança na Internet com relação ao que as crianças acessam, publicam e com quem se relacionam é uma das mais urgentes e complexas tarefas para os pais no século XXI.A questão reside no balanço entre a proibição e a liberdade já que a Internet é um espaço extremamente rico para o aprendizado e a convivência mas esconde perigos para as crianças. Neste sentido a informação é a melhor ferramenta para que pais e responsáveis evitem problemas e mantenham seus filhos seguros.

Não é só porque a Internet é um ambiente virtual que não existem perigos, eles existem sim e podem ir desde um trauma ao ver imagens ou vídeos para o qual as crianças não estão preparadas (como pornografia ou violência) indo até sequestros, pedofilia e crimes de falsidade ideológica. Em certas circunstâncias as crianças podem ser enganadas por golpistas ou pessoas mal intencionadas a fim de atraí-las para encontros pessoais.

Ilustração de um adulto com uma criança usando um computador
Cartilha 'Internet Segura para seus filhos' do Comitê Gestor da Internet no Brasil

Mas os problemas não estão apenas nos estranhos. Muitos dos riscos a que as crianças são expostas são fruto do desconhecimento ou ingenuidade da própria família ao expo-la em excesso. Exemplos de condutas perniciosas são criar perfis de seus filhos em redes sociais e postar em nome deles, postar mensagens nas quais descrevem intimidades de seus filhos ou postar fotos e vídeos que possam trazer futuro constrangimento a eles.

Condutas como estas, além de trazer problemas de segurança, podem também colocar as crianças em situações de Bullying. Crianças que sofrem este tipo de violência costumam apresentar sintomas como depressão, baixa autoestima, ansiedade, agressividade, medo e sentimentos negativos. Também costumam ter problemas de rendimento escolar e passam a evitar a escola.

É importante lembrar que a Internet, apesar de não parecer, é um ambiente público em que qualquer um, seja por meio legal ou ilegal, pode obter informações suas e de seus filhos. É importante lembrar também que uma vez publicado na Internet nada é "esquecido". Mesmo que o Google, Facebook, Twitter ou qualquer outro site, blog ou serviço apaguem uma informação (não necessariamente eles apagam, podem apenas esconder a informação) de seus sistemas esta informação pode ser guardada por terceiros. Uma foto, vídeo ou texto podem ser copiados e armazenados em um computador ou smartphone por alguém que as viu uma única vez e voltar a publicá-las infinitas vezes.

Além de procurar manter sempre um diálogo aberto, já que proibições sumárias geralmente não funcionam, oriente seus filhos para jamais marcar encontros com pessoas estranhas ou que conheceram apenas na Internet além de evitar compartilhar fotos onde seus filhos apareçam com pouca roupa como praia, piscina ou banho.

A cartilha "Internet Segura para seus filhos" é um guia elabora do pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil de onde muitas das informações aqui postadas foram tiradas. A cartilha é muito didática e contém dicas extremamente importantes para manter as crianças seguras. É um guia introdutório mas necessário a todos os pais e responsáveis que se importam com as crianças.