Tecnologia de ponta no SUS: testes rápidos de saliva para detecção de HIV!

Teste de HIV sem a necessidade de furar dedos no SUS
Teste de HIV sem a necessidade de furar dedos no SUS

O que o SUS tem de bom e inovador deve ser valorizado! Você já ouviu falar no teste rápido de saliva para detectar HIV? Conheça mais sobre este assunto.

As notícias que frequentemente acompanhamos na mídia, quando o assunto é saúde, em geral, ressaltam os problemas e as precariedades do Sistema Único de Saúde (SUS), que realmente tem muito a melhorar. Mas temos que ficar atentos, já que existem diversos interesses na desqualificação do SUS. Em nosso país há grandes e poderosos empresários, da área da saúde, que lucram com a desvalorização do que é público e universal e não necessariamente prestam um serviço de saúde de qualidade.

Este texto busca divulgar uma novidade tecnológica na área de diagnóstico de HIV, já disponível nos serviços especializados do SUS.

Dentre as diversas áreas de inovação tecnológica, os serviços especializados na prevenção e tratamento das doenças sexualmente transmissíveis e HIV/AIDS estão sempre revendo-se e atualizando-se. Este é o caso dos testes rápidos para detecção dos anticorpos do vírus HIV. São exames que com uma ou duas gotinhas de sangue conseguem em poucos minutos detectar ou não a presença de anticorpos para o vírus HIV.

Agora a novidade, que facilita a coleta do material necessário para a realização do exame, são os testes rápidos para detecção de anticorpos de HIV que, ao invés do sangue, utilizam a saliva, ou melhor, o fluído oral. A própria pessoa esfregará um coletor - semelhante a um cotonete - na região acima dos dentes contra as gengivas superiores e inferiores. Com esta amostra os técnicos de saúde capacitados realizam os demais procedimentos e em aproximadamente 20 minutos temos o resultado do teste. Se for reagente ou positivo um outro teste de outra marca será realizado para confirmar ou não o diagnóstico.

Kit para teste rápido de HIV
Kit será usado por representantes de ONGs parceiras do D-DST (Imagem: Ascom/Bio-Manguinhos)

Inicialmente estes testes serão disponibilizados para eventos externos ao serviço, ou seja, em locais de difícil acesso, áreas de invasão, eventos - como o Dia da Luta contra a AIDS -, mas, posteriormente, serão disponibilizados nos serviços especializados e comercializados em farmácias.

http://www.tribunapopulargbi.com.br/?lk=4&id=16965&entrar=sim http://www.gazetadopovo.com.br/saude/conteudo.phtml?id=1434340

Este exame foi desenvolvido por um laboratório brasileiro vinculado ao Ministério da Saúde: o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos Bio-Manguinhos da FIOCRUZ (Fundação Oswaldo Cruz). Instituição que destaca-se na área da ciência e tecnologia na América Latina e é 100% nacional.

A valorização das tecnologias preventivas e terapêuticas em uma instituição nacional fortalece a produção tecnológica e científica do Brasil. Vide link abaixo:

http://www.bio.fiocruz.br/index.php/artigos/864-inovacao-e-dependencia-desafios-para-o-sus

Conheça mais sobre a FioCruz em: http://www.bio.fiocruz.br/index.php/home/quem-somos

Vale sempre relembrar

Há 11 anos trabalho na área de saúde pública e percebo em meu cotidiano muito desconhecimento sobre estes serviços e até mesmo sobre a prevenção sexual. Por isto trago mais informações sobre a rede especializada em prevenção e tratamento às DST/AIDS da cidade de São Paulo.

Em São Paulo são mais de 20 serviços especializados em prevenção, diagnóstico e tratamento das DST/AIDS. São chamados de CTA (Centro de Testagem e Aconselhamento), SAE (Serviço de Assistência Especializada) e CR (Centro de Referência), de acordo com aquilo que oferecem. Nos SAEs e CRs há tratamento com equipe multiprofissional para as pessoas com o vírus HIV, além dos serviços oferecidos nos CTAs: orientação e aconselhamento sobre sexo seguro e prevenção das DST/AIDS, exames rápidos para HIV, Hepatite B, Hepatite C e Sífilis e distribuição de gel lubrificante e camisinhas.

No CTA de Guaianases, serviço que bem conheço, em torno de uma hora a pessoa chega, é atendida e orientada sobre sexo seguro, tira suas dúvidas, se quiser, e realiza exames rápidos para HIV, Hepatite B e C e Sífilis e sai com os resultados em mãos.

É um serviço do SUS bastante eficiente e que já dispõe dos testes rápidos de saliva, embora inicialmente para eventos externos.

É importante lembrar que embora o teste seja realizado com o fluído oral, não se transmite o HIV pela saliva. Este vírus do HIV pode ser transmitido pelo leite materno, pelo sangue e pelos líquidos sexuais. Todas as relações sexuais sem preservativo apresentam algum grau de risco de contágio, sendo que as anais (principalmente receptiva) são as mais arriscadas, seguidas pelas vaginais (principalmente para a mulher) e por último as orais (principalmente para quem recebe).

A camisinha é o método mais eficiente de prevenção sexual das doenças sexualmente transmissíveis e do HIV.

O vírus do HIV não é sinônimo de AIDS! Para ter a AIDS a pessoa necessariamente tem o vírus, porém se tem o vírus e faz o tratamento o sistema imunológico fica fortalecido e a pessoa pode não desenvolver a doença AIDS.

Procure os serviços especializados e informe-se!

Conheça o CTA de Guaianases: Rua Centralina, 168. Telefone: (11) 2554-5312

Endereços no Brasil dos serviços especializados em DST/AIDS do SUS

http://www.aids.gov.br/endereco_localizaca

Endereços de todos os serviços municipais de saúde de São Paulo por bairro. Inclusive os CTA, SAE e CR que são especializados em DST/AIDS

http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/upload/saude/arquivos/organizacao/Unid_Munic_Saude_Subp.pdf

Autor(a)

Salete Monteiro Amador

Psicóloga formada pela PUC/SP, Pós graduada em Saúde Coletiva pela FUNDAP. É Terapeuta e Supervisora de Terapia Comunitária. Editora do Site Ser Melhor e Assessora Técnica em Saúde Pública.

Contato

salete_psi@yahoo.com.br
@sermelhor
https://www.facebook.com/sitesermelhor


Veja Também