A bioenergia e a transição da energia limpa mundial

Conclusão é de relatório científico sobre bioenergia e sustentabilidade na América Latina e África. Documento foi lançado em evento na sede da FAPESP e pode ser acessado pela internet


Como expandir o uso e o acesso a energia sem devastar as florestas ou explorar mais em busca de combustíveis fósseis como carvão mineral e petróleo? A energia renovável pode ser uma opção que promova o desenvolvimento econômico e seja viável em regiões em desenvolvimento?

Junto com outras fontes de geração como eólica, solar, hidroelétrica etc. a bioenergia pode ter um grande papel no desenvolvimento das energias sustentáveis, particularmente na América Latina e África subsaariana além de ajudar na transformação da matriz energética para frear as mudanças climáticas. Esta conclusão foi fruto de uma avaliação feita por um grupo de 154 pesquisadores de 31 países, membros do Comitê Científico para Problemas do Ambiente agência ligada a Unesco

O grupo lançou dia 09 de Agosto de 2018 o relatório Bioenergia e Sustentabilidade: América Latina e África mostrando que a bioenergia, como por exemplo a cana de açúcar, terá papel fundamental na mudança da matriz energética.

As vantagens da biomassa são grandes inclusive em relação a necessidade de um contínuo fornecimento de energia ao longo das estações do ano. A biomassa pode, por exemplo, ser estocada e assim prover energia em épocas em que outras fontes de energia apresentem redução.

O Brasil, na avaliação do grupo, já é um exemplo de utilização da biomassa através de seu programa do etanol há 40 anos. A substituição de 36% da gasolina por etanol de cana mostrou como é possível fazer uma transição energética relativamente em pouco tempo. Hoje a cana de açúcar representa 17% da matriz energética nacional.

Atualmente o Brasil lidera as pesquisas em biocombustíveis, principalmente as pesquisas ligadas a cana-de-açúcar, o que mostra um cenário propício para o desenvolvimento ainda maior de novas tecnologias.

Mais informações na matéria de Elton Alisson | Agência FAPESP

Mais notícias

Extração de petróleo

Guerra por recursos naturais já representa 40% dos conflitos no mundo

António Guterres, secretário-geral das Nações Unidas, alertou o Conselho de Segurança sobre o fato.

View details »
Praia em Singapura - Foto de Vaidehi Shah

Novo estudo indica que fungos podem ajudar no combate à poluição por plásticos

Novo estudo da Kew Botanical Gardens mostra que fungos podem "comer" plastico poliuretano, ajudando na degradação deste tipo de lixo que polui rios e oceanos

View details »