Mangue retém duas vezes mais carbono que a floresta Amazônica

Conclusão foi publicada na revista Ecology and Evolution de Maio


Estudo conduzidos por três universidades, Universidade Estadual do Oregon, Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), e Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (Esalq-USP) mostraram que a capacidade de armazenamento de gás carbônico por manguezais é maior do que por florestas. Na Amazônia, cada hectare de manguezal contém uma quantidade de carbono duas vezes maior que a mesma área de floresta e no nordeste, 1 hectare de mangue armazena ao menos oito vezes mais carbono do que 1 hectare de vegetação da Caatinga.

A destruição dos manguezais tem a ver principalmente com a construção de portos, especulação imobiliária e a criação de camarão ( 1 hectare de manguezal transformado em fazenda de camarão emite cerca de 10 vezes mais gás carbônico do que a queima de 1 hectare de floresta )

Além da absorção de gás carbônico os mangues são berçários naturais para peixes e outros animas além de proteger o litoral das as marés.

Referência: Pesquisa Fapesp - Manguezal armazena mais carbono que floresta

Mais notícias

Foto de Adam Coppola

13 cidades ao redor do mundo que estão banindo os carros das ruas

Exemplos de cidades que empregam políticas públicas e criatividade para diminuir a poluição e livrar as cidades dos engarrafamentos, tornando-as mais humanas

View details »
Extração do látex de uma seringueira - Foto de Irvin Calicut

Sistema agroflorestal no Acre ajuda a restaurar pastagens abandonadas

Enquanto controla o desmatamento e investe no sistema de agrofloresta, Acre vê sua economia crescer.

View details »