Mangue retém duas vezes mais carbono que a floresta Amazônica

Conclusão foi publicada na revista Ecology and Evolution de Maio


Estudo conduzidos por três universidades, Universidade Estadual do Oregon, Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), e Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (Esalq-USP) mostraram que a capacidade de armazenamento de gás carbônico por manguezais é maior do que por florestas. Na Amazônia, cada hectare de manguezal contém uma quantidade de carbono duas vezes maior que a mesma área de floresta e no nordeste, 1 hectare de mangue armazena ao menos oito vezes mais carbono do que 1 hectare de vegetação da Caatinga.

A destruição dos manguezais tem a ver principalmente com a construção de portos, especulação imobiliária e a criação de camarão ( 1 hectare de manguezal transformado em fazenda de camarão emite cerca de 10 vezes mais gás carbônico do que a queima de 1 hectare de floresta )

Além da absorção de gás carbônico os mangues são berçários naturais para peixes e outros animas além de proteger o litoral das as marés.

Referência: Pesquisa Fapesp - Manguezal armazena mais carbono que floresta

Mais notícias

Extração de petróleo

Guerra por recursos naturais já representa 40% dos conflitos no mundo

António Guterres, secretário-geral das Nações Unidas, alertou o Conselho de Segurança sobre o fato.

View details »
Praia em Singapura - Foto de Vaidehi Shah

Novo estudo indica que fungos podem ajudar no combate à poluição por plásticos

Novo estudo da Kew Botanical Gardens mostra que fungos podem "comer" plastico poliuretano, ajudando na degradação deste tipo de lixo que polui rios e oceanos

View details »