O papel das emoções nas decisões

Qual é a relação das emoções com as decisões? Como isto nos afeta?

Existem decisões que são difíceis de tomar porque estamos envolvidos pela emoção. Isto é algo natural, é inerente ao ser humano. Mas não é natural ficar sofrendo e remoendo os sentimentos.

Quanto mais você guarda para si e fica pensando repetidas vezes em algo, mais energia para decidir se perde e mais força esta emoção ganha. Sem perceber, nutre-se aquilo que aflige e teme. Algo que era relativamente pequeno cresce lentamente, até que em um dia você se depara com um monstro feio e amedrontador.



Quanto mais tempo passar, mais difícil é olhar para "Isto", quem dirá resolver?

E você já parou para observar que toda vez que quer esquecer algo, acaba se lembrando ainda mais?

Será que isto acontece porque simplesmente esquecer não é possível?

Que outras possibilidades são viáveis para que as decisões possam ser tomadas sem gerar tanto desgaste emocional, psíquico e também físico?

De acordo com a minha experiência, acredito que o melhor é olhar e procurar entender o que esta emoção quer dizer, tentar compreender como esta pode auxilia-lo e quais são os aprendizados que se pode ter com a situação de modo geral.

Se pensarmos numa situação de trabalho, na qual deseja muito que aconteça uma mudança, e quando esta vem, você entra em crise porque não sabe qual é a melhor escolha. É comum pedir a opinião dos amigos e familiares. Contudo, estes emitirão seu parecer de acordo com o seu modo particular de encarar esta questão. E, há pessoas que se sentirão mais confusas ainda.

Muitas pessoas se paralisam diante da possibilidade de escolher e perdem grandes oportunidades. Escolher é a chance que você tem para direcionar a sua energia e focar em algo. Mas ao mesmo tempo, também é deixar ir.

Algumas pessoas sentem a dúvida, mas conseguem tomar suas decisões, outras chegam a passar mal apenas em pensar no assunto.

Se você é este tipo de pessoa que sofre para tomar decisões, que suas emoções o paralisam, será que não é o momento de buscar ajuda de um profissional?

Precisamos estar com energia e equilíbrio para viver bem, nos desenvolvermos cada vez mais.

Autor(a)

Marcela de Freitas Merli

Psicóloga, pós graduada em Cinesiologia Psicológica, Integração Físio-Psíquica pelo Sedes Sapientiae e em Biopsicologia pelo Instituto Visão Futuro. Atualmente é psicoterapeuta e terapeuta corporal da Psicosomar.

www.psicosomar.com.br
www.facebook.com/psicosomar

Contato

marcela@psicosomar.com.br


Veja Também