Saiba viver com qualidade

Estamos vivendo em tempos de muito estresse e pouca qualidade de vida. Mas o que podemos fazer?

Estamos vivendo em tempos de muito estresse e pouca qualidade de vida. São tantas obrigações, tantas preocupações e tão pouco tempo para resolvermos tudo que vivemos em constante tensão. Não é a toa que, volta e meia, aparecem nos jornais e meios de comunicação matérias que nos deixam assustados. Temas como “Depressão” ou “Síndrome de Burnout” estão constantemente sendo matérias de jornais e revistas e demonstram claramente que precisamos estar atentos para que não sejamos mais uma vitima destas “epidemias”. Mas o que podemos fazer?

Nós, seres racionais, intelectuais e “multimídia” estamos a cada dia nos afastando mais de nossas raízes e de nós mesmos. Estamos sempre muito ocupados para prestarmos atenção em como nosso corpo reage a tudo isso e não percebemos ou não damos importância aos “pedidos” de socorro que nosso corpo demonstra. Com isso estamos apenas vivendo, sem qualidade e profundidade. Os anos estão passando e não nos damos conta de como a vida está seguindo sem sentido e sem valor.

Estamos preocupados em sermos competentes, profissionais exemplares, grandes dirigentes, etc. e não estamos sendo competentes conosco. Pelo contrário, estamos sendo cada vez mais negligentes com nosso organismo exigindo que ele funcione perfeitamente sem ao menos lhe dar a devida atenção. Uma demonstração disso é a forma como respiramos. O ar simplesmente entra e sai por nossas narinas, sem que ao menos tenhamos noção do caminho vital que ele percorre. Respiramos mal, comemos mal e dormimos mal. Dedicamos horas e horas ao trabalho e não dedicamos quase nada ao descanso e ao lazer. E quando adoecemos ou envelhecemos, nos damos conta de que a vida passou tão rapidamente que não a sentimos.

Mas ainda é tempo de mudar... e levar uma vida com qualidade. Para isso precisamos dar ao nosso corpo o que ele precisa: alimentação adequada, boas noites de sono, exercícios ou atividades físicas, momentos de paz, alegria e prazer. Eis aqui algumas dicas de como isso pode ser feito:

  • Conecte-se com seu interior. O primeiro passo para nos conectarmos com
    nosso interior é pararmos para respirar. Isso mesmo. Sente-se em um lugar
    tranqüilo, feche seus olhos e apenas respire. Você irá sentir seu corpo!
  • Procure fazer algo do qual você goste como ler um livro, ir ao cinema, ir a
    praia, jogar vídeo game ou simplesmente ficar sem fazer nada.
  • Movimente seu corpo com exercícios, caminhadas, yoga, pilates, tai chi
    chuan ou algum tipo de dança.
  • Trate seu corpo com carinho, dando-lhe momentos de prazer como uma
    boa massagem.
  • Deixe de ser exigente consigo e ria de seus erros.
  • Divirta-se muito, de muita risada e deixe a vida fluir com leveza.
  • E, acima de tudo, curta os momentos de alegria que a vida lhe dá como, por
    exemplo, um simples almoço de domingo com a família.

Lembre-se sempre desta frase: “Os homens perdem a saúde para juntar dinheiro, e depois perdem o dinheiro para a recuperar. Por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem o presente, de tal forma que acabam por nem viver no presente nem no futuro. Vivem como se nunca fossem morrer e morrem como se não tivessem vivido… (Dalai Lama)”.

Pense a respeito!

Autor(a)

Cristina Andrade

Terapeuta Corporal formada pela Humaniversidade Holística. Atendimentos com Massagens Terapêuticas (Shiatsu, Zen Shiatsu, Massagem Indiana, Psicossomática, Drenagem Linfática), Aromaterapia, Florais de Bach, Reiki, Terapia com Cristais. Especializada em atendimento a Idosos e Gestantes. Realiza atendimentos em consultório particular (Brooklin)

Contato

cris_terapeuta@terra.com.br


Veja Também