Ser Melhor

Conquiste a sua estrela

TV Ser Melhor

A revolução dos Cocos e a revolta contra a catástrofe ambiental da mineração

O que acontece quando a população de uma pequena ilha do Pacífico revolta-se contra a brutalidade de uma mineradora e luta contra governos, exércitos e mercenários?

A tragédia do Rio Doce nos faz pensar sobre o preço que pagamos por nosso moderno modo de viver, afinal os minérios são importantes para mover a nossa indústria, criar empregos e riqueza. Mas mais essencial que a tal da riqueza é a água. Sem a água não tem minério, indústria, emprego, riqueza ou vida. Vivemos a era dos excessos em que o que realmente importa é relegado ao abandono, a destruição. A conta será paga tanto por nós como por nossos filhos, pois a recuperação da região somente se dará daqui há mais de 20 anos e alguns especialistas dizem que em muitos aspectos ela nunca mais se recuperará.

Porém continuamos impassivos com a tragédia. Ao observamos de longe e assim não ligamos muito. Mandamos nossos pesares, compartilhamos notícias tristes sobre as vítimas e o rio ou raivosas sobre a Vale do Rio Doce, Samarco e BHP e ficamos por aí, afinal não é nossa água que foi contaminada com lama e agentes químicos, não são os peixes que comemos no jantar, em casa ou no restaurante que morreram, não foi nossa casa, nossos filhos esposa ou marido que foram engolidos pela lama. Assim como uma comédia trágica, mas como muito pouca comédia, em paralelo o Congresso discute mudanças no código de mineração, que desagradam ambientalistas.

Incidentes com mineradoras pelo mundo não são inéditas, mas talvez a reação dos governos e da população o sejam. Ao contrário de nossa passividade, de nossa conivência com aqueles que comandam e com os que os financiam os comandantes, a população da ilha de Bougainville fez diferente.

O documentário A Revolução dos Cocos mostra como a população de uma ilha, revoltada pela exploração desmedida de seus recursos naturais, contaminação da água e do solo e pelo desmate para exploração do cobre, expulsou a maior mineradora do mundo de sua ilha e enfrentou forças poderosas, exércitos e mercenários para conseguir sua independência do governo da Papua-Nova Guiné e evitar a destruição de sua terra. Por causa de um embargo de 7 anos sobre a ilha, seus habitantes, com muita inventividade para sobreviver e lutar, utilizaram como matéria prima principal o coco.

Considerada a primeira e mais bem sucedida eco-revolução do mundo A revolução dos Cocos é um exemplo para nós, brasileiros, de que não podemos aceitar pagar um preço tão caro pela ganância, por políticas equivocadas e pelo cinismo dos que estão no poder.

Título Original:
Coconut Revolution
Direção:
Dom Rotheroe
Produção:
Reino Unido
Duração:
50min
Ano:
2000

Veja também

There are still time - Ainda da tempo
There are still time - Ainda da tempo
A psicologia e o poder da palavra
A psicologia e o poder da palavra

Ser Melhor