Imaginação: A mágica que vive dentro das crianças

As crianças crescem no mundo dos castelos, foguetes, cavalos com asas e princesas dançantes. É na infância que elas podem ser tudo e vão a qualquer lugar usando a imaginação.

A imaginação é a melhor brincadeira de criança que existe. Elas têm uma capacidade imensa de imaginar qualquer coisa, inanimadas ou não. Até mesmo inventar histórias e situações das quais elas precisam para suprir seus sentimentos e necessidades. É a partir da imaginação que a criança compreende o mundo interior e exterior, é partir dela que a aprendizagem fica divertida.

Cabe aos pais, professores e ademais estimar a criatividade das crianças, levá-las a criar e recriar, mediante desafios, histórias, brincadeiras e muito mais. Lembrando que a criatividade e a imaginação são melhores amigas, se você quer que seu aluno/filho seja criativo dê a ele possibilidades de imaginação.

Submerso no século XXI, era da tecnologia e inovação, acreditasse que as crianças também precisam estar ao redor de brinquedos e equipamentos altamente tecnológicos para seu crescimento e desenvolvimento. Infelizmente estamos sucumbindo a imensa capacidade das crianças de se desenvolverem, pois, uma criança se desenvolve a partir do momento que tal é desafiada, e estimulada a criar possibilidades para a solução do problema. Subitamente quando expomos nossas crianças a estes equipamentos altamente tecnológicos nos quais fazem tudo por si só, equipamentos dos quais, não levam as crianças a pensarem e agirem, rompemos o que há de melhor dentro de uma criança.

É normal nos dias de hoje, comprarmos e presentear as crianças com brinquedos falantes com frases repetitivas, brinquedos com pisca-pisca entre outros. Obviamente qualquer olho brilha com a imensidão que o mercado nos oferece de cores, luzes, brilhos e sons. Mas vale perguntar este brinquedo irá estimular a criatividade, imaginação, e raciocínio das crianças. Muitos pais subestimam seus filhos com dizeres como: Meu filho não tem inteligência para esta brincadeira. Meu filho ainda não está desenvolvido para isto. Mas será que privando eles de tais possibilidades, estamos os ajudando ou somente retardando seu desenvolvimento?

Porque não levar as crianças a descobrir como é a emoção ao construir um grande ônibus, prédios de lego, ou porque não imaginar o Papai Noel voando em seu trenó acompanhado do Coelho da Páscoa. Uma criança que cria, cria e recria a partir de situações do seu dia a dia, tem um cérebro em expresso desenvolvimento e aprimoramento, e consequentemente ela será uma criança espetacularmente criativa. Dando a ela a liberdade para a imaginação.

Portanto uma criança que brinca, que imagina e recebe estímulos é uma criança em potencial. Vale lembrar novamente que deixar a liberdade reinar nas crianças, não significa deixar elas livres para fazer quaisquer coisas, ou passar horas ligadas a uma televisão ou celular. Quero levá-los a pensar além, quero levá-los a usar a imaginação ao instigar suas crianças. Não existe nada mais promissor, que levar as crianças a criarem fantasias, jogos que desenvolva sua percepção motora, jogos para construir a partir de blocos e lego, um passeio no parque e histórias antes de dormir para que os sonhos fluem e as noites sejam coloridas e brilhantes. Querido pais e educadores lembre-se seu filho necessita de possibilidades e oportunidades para ser grandes criadores.

Autor(a)

Sabrina de Freitas Castilho

Graduanda em Pedagogia pela Faculdade Adventista Paranaense de Ivatuba - PR

Contato

Email: sbrinafreitas82@gmail.com

Contato: (43) 996068325

Instagram: sabrina.freitascastilho



Veja Também